“Ser mãe é uma sensação inexplicável”
Marcos Escrivani
“Ser mãe é uma sensação inexplicável”

Na Semana Nacional da Amamentação, como uma modesta forma de homenagear todas as mamães que amamentam seus filhos e aquelas que doam o leite excedente, o São Carlos Agora divulga hoje a segunda entrevistada.

A mamãe de “primeira viagem” é a costureira Mariele Caroline Cândido, 31 anos. Ao lado do segurança Dirceu Cumpri Precaro, 39 anos, viu a vida dar uma guinada (positiva) com a chegada da primogênita Isis, que nasceu há 39 dias na Maternidade Francisca Cintra Silva, com 50 centímetros e 3,825 quilos.

Com o auxílio da assessoria de imprensa da Santa Casa, o portal chegou até a mamãe que não escondeu a alegria para falar sobre a primogênita e a nova fase do casal são-carlense.

Isis nasceu de parto cesárea e o fato de ser mãe, para Mariele, não tem como mensurar. “É inexplicável. Uma sensação diferente. Não nego que no início não estava nos planos esta gestação, mas com o tempo, comecei a ter sensações únicas. Sentir ela mexendo dentro de mim, o coração batendo, os primeiros movimentos. O ultrassom. E depois de seis meses saber o sexo através de um chá revelação . Foi tudo diferente e etapas que passei em minha vida que jamais serão esquecidas”, comentou, emocionada.

Mariele revelou que Isis é a 14ª neta de seis filhos, ao se referir aos seus pais e no período de gestação comentou que a ansiedade e emoção pela chegada da pequena são-carlense era algo difícil de entender. “Ser mãe é diferente. A ficha caiu na hora que ela nasceu. A gente aprende um pouco de cada vez. É um desafio a cada dia. Um choro de felicidade quando a gente olha para ela”, confessou.

LEGADO

Sobre o que pretende deixar para sua primeira herdeira, Mariele disse que não foca em coisas materiais. E sim, o que julga ser mais sagrado para todas as pessoas.

“Que ela seja honesta, humilde e que saiba dar valor para as coisas mais simples que a vida nos oferece. Principalmente o amor para com o próximo”, finalizou.

COMO SER DOADORA

Para ser doadora, é necessário procurar o Banco de Leite, localizado na Maternidade Dona Francisca Cintra Silva, na rua Paulino Botelho de Abreu Sampaio, 573, Vila Pureza.

A candidata vai passar por exames e fazer um cadastro. Após o registro, ela receberá frascos e outros materiais para fazer a doação em domicílio. Uma equipe do Banco de Leite irá buscar o frasco uma vez por semana.

O atendimento é feito todos os dias, incluindo feriados, das 7h às 18h. Mais informações ou dúvidas podem ser respondidas pelo telefone (16) 3509-1175.

Fonte: São Carlos Agora . Leia o artigo original: “Ser mãe é uma sensação inexplicável”

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários